Sincericídio: Beluzzo compara Dilma a lutador que dá soco em treinador

O economista e professor da Unicamp que foi chamado como testemunha de defesa de Dilma, Luiz Beluzzo, cometeu um ato falho ao comparar a petista a um boxeador que agride o próprio treinador.

“Eu comparo a um treinador de boxe. O lutador cai no ringue e o treinador vai socorrê-lo […] porém, ao invés de reanimá-lo, ele lhe dá um soco”, assim ele definiu a atuação econômicade Dilma Rousseff nos anosde 2014 e 2015.

Não se sabe exatamente qual a intenção dele com a fala, mas ficou claro que ao menos há o entendimento de que Dilma não fez coisa boa.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Sincericídio: Beluzzo compara Dilma a lutador que dá soco em treinador

  1. Testemunhas de Dilma são uma vergonha, só sabem mentir e não respondem nada. Acabou agora o depoimento do economista Luiz Gonzaga Belluzzo, esse professor é uma vergonha, não respondeu nenhuma das perguntas da advogada Janaína. Somente enrolou e não respondeu nada. Foi uma vergonha nacional. Como um homem que se diz economista renomado e não responde nenhuma das perguntas da advogada Janaína. Que vergonha esse homem passou.

  2. Cara, sua interpretação está errada. Releia a transcrição. O treinador é quem dá o soco. Fica a dica. E o que o Beluzzo diz são só opiniões, ele não é nada técnico, é um acadêmico, divagador. Não vi nenhum peso nas falas do palmeirense.

Deixe uma resposta