Pessimista, Kennedy Alencar entrega que barraco dos senadores pró-Dilma é farsa para 2018

Em seu blog, o jornalista Kennedy Alencar foi pessimista ao tratar do impeachment de Dilma Rousseff. Para Kenney, o resultado está definido, e que toda a farsa dos senadores pró-Dilma na comissão tem o único objetivo de criar uma narrativa para 2018. Aqui no Jornalivre já havíamos antecipado esta informação.

Escreve Kennedy:

No primeiro dia do julgamento definitivo do impeachment de Dilma Rousseff, os senadores do PT e de partidos aliados, como Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), já sabem que serão derrotados. Têm ciência de que o governo Dilma é página virada. Apesar disso, essa bancada têm tido uma atuação aguerrida, mirando as eleições de 2018.

A estratégia é reforçar a narrativa de que o impeachment é golpe e de que Dilma sofre uma injustiça. O PT e aliados avaliam que, assim, aumentam a chance de retorno ao poder em 2018.

Kennedy demonstra ceticismo de quem está próximo do petismo, e conhece o andamento das coisas dentro da militância. Kennedy já foi consultor do partido, e seu irmão Beckembauer Rivelino aparece como proprietário da gráfica VTPB, considerada fantasma pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O desanimo de Kennedy é reflexo também do desanimo que tomou conta da militância petista. A média de público dos protestos pró-Dilma era muito maior no começo do processo, mas foi perdendo força com o avanço do processo. Outro fator que tem provocado alvoroço entre os petistas são as cenas gravadas para dois documentários simpatizantes ao PT, dirigidos pelas cineastas Anna Muylaert, Lô Politi e Petra Costa. A intenção dos petistas é aparecer bem tanto no vídeo, quanto no discurso em 2018.

Anúncios

Um comentário sobre “Pessimista, Kennedy Alencar entrega que barraco dos senadores pró-Dilma é farsa para 2018

Deixe uma resposta