Gleisi teria cometido crime de corrupção de testemunha, diz Janaína

Janaína Paschoal deu uma entrevista ao Antagonista, no qual comentou a nomeação de Esther Dweck, principal testemunha de Dilma Rousseff, no gabinete de Gleisi Hoffmann.

A advogada lembra que Esther não tem condições de permanecer como testemunha no julgamento final.

Ela também cobra explicações de Gleisi, que pode até ser enquadrada no artigo 343, do Código Penal, no crime de corrupção de testemunha.

O artigo diz: “Dar, oferecer, ou prometer dinheiro ou qualquer outra vantagem a testemunha, perito, tradutor ou intérprete, para fazer afirmação falsa, negar ou calar a verdade em depoimento, perícia, tradução ou interpretação, ainda que a oferta ou promessa não seja aceita.”

Anúncios

2 comentários sobre “Gleisi teria cometido crime de corrupção de testemunha, diz Janaína

Deixe uma resposta