Senadores estão de saco cheio das enrolações petistas no impeachment

Grande parte dos senadores, principalmente aqueles que são favoráveis ao impeachment, já diziam se sentir cansados antes mesmo de a sessão de hoje começar. Para eles, tudo isso será mais do mesmo. O assunto já foi debatido na Câmara dos Deputados em abril, depois foi para o Senado e lá está desde o final do mês de abril.

Só a sessão para aprovar o afastamento da presidente Dilma durou longas horas. Depois, outras longas horas foram gastas nas discussões jurídicas do caso, e muito tempo foi gasto para a parte em que o relatório final foi aprovado. Em todos os casos, as mesmas frases e mesmos nomes.

De fato, não há nada de novo no front. Os senadores já sabem qual será o resultado, e todos já sabem quais crimes Dilma cometeu ou não. Apesar de respeitarem o rito, todos sabem que a enrolação é desnecessária. Em grande parte o atraso se deu por culpa dos senadores aliados de Dilma Rousseff, que insistem em atrasar o processo apenas para perder tempo.

Para muitos parlamentares, essa atitude é pura birra de criança, não há nada de prático nisso.

Anúncios

Deixe uma resposta