PT abandona Dilma definitivamente e desiste do golpe de “novas eleições”

Na última terça-feira, 23, a Executiva Nacional do PT destruiu completamente a proposta de Dilma Rousseff para um plebiscito que pretenderia pedir por novas eleições. E o pior é que a rejeição da proposta foi grande, 14 votos contra e apenas 2 a favor.

No início do mês, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, já havia declarado que a proposta de novas eleições é inviável. Além disso, nunca foi uma ideia muito bem aceita pelo PT como um todo.

A tentativa de propor novas eleições, na realidade, só viria a prejudicar ainda mais o próprio partido, porque este é um ano eleitoral e muitos candidatos petistas nas cidades já estão em situações desconfortáveis, por isso seria má ideia desgastar ainda mais o partido em uma nova guerra política.

Um plebiscito desta competência, para início de conversa, precisaria passar por uma PEC aprovada em Congresso, uma vez que contraria a Constituição atual. Para que isso acontecesse, o PT precisaria de articulação política com deputados e senadores, o que obviamente não é possível no momento. Além disso, tal medida levaria tempo. Mesmo que desse certo, o que é improvável, ainda assim as tais novas eleições só viriam a acontecer em 2017, e olhe lá.

Dilma já não tem mais nada a perder, ela sabe que após o impeachment sua carreira política terá chegado ao fim. O PT, no entanto, ainda luta pela sobrevivência. É por isso que os líderes do partido sabem o quão danoso seria adotar essa estratégia agora.

Anúncios

Um comentário sobre “PT abandona Dilma definitivamente e desiste do golpe de “novas eleições”

Deixe uma resposta