Para sobreviver, atletas venezuelanos ‘traficaram’ comida e remédios durante os Jogos

Alguns atletas venezuelanos que participaram dos Jogos Olímpicos são suspeitos de traficarem remédio e comida para levarem de volta ao seu país de origem. Por tráfico, neste caso, podemos entender que eles simplesmente compraram comida e remédios aqui para levarem aos seus amigos e familiares na Venezuela, o que é até ilegal, mas perfeitamente compreensível dadas as condições devastadoras enfrentadas pelo povo de lá.

Os atletas, que em geral já voltaram para a Venezuela, podem ser punidos por isso, mas não pelo governo brasileiro, e sim pela ditadura bolivariana de Nicolás Maduro. O país vizinho vive uma crise arrasadora causada pelas gestões socialistas de Hugo Chávez e Maduro, ambos ditadores. Atualmente o simples ato de comprar comida pode ser encarado como uma atividade de luxo, pois a maioria dos mercados nem mesmo tem o que vender.

Como sempre é no socialismo, só os ricos conseguem, clandestinamente, viver com seus luxos. E não há muitos ricos na atual Venezuela, é importante dizer.

 

Anúncios

Deixe uma resposta