Janot vai mandar anexos da delação de Leo Pinheiro para o triturador de papéis após citação a Toffoli

O Procurador Geral da República Rodrigo Janot sinaliza que não pretende mais negociar a delação da OAS. Nesta quarta-feira, a PGR vai devolver aos advogados de Pinheiro os anexos das delações originais entregues aos procuradores. Também foi ordenado que todos os depoimentos serão mandados para o triturador de papéis, incluindo as cópias feitas para consulta da força tarefa.

A delação de Léo Pinheiro tem provocado grande controvérsia entre o Supremo Tribunal Federal e o Ministério Público após a revista Veja revelar que o ex-executivo da OAS Leo Pinheiro citou o ministro Dias Toffoli em um de seus depoimentos. A partir dali, o STF teria pressionado a PGR para anular a negociação com Léo Pinheiro.

O episódio parece longe de acabar. Gilmar Mendes e Rodrigo Janot estão em meio a uma guerra de declarações, já que o STF entende que a PGR está vazando depoimentos que deveriam seguir em sigilo de Justiça para constranger a corte. A questão é que o depoimento de Léo Pinheiro também envolve o ex-presidente Lula e seus familiares, já que Leo forneceu muitos detalhes sobre o sítio de Atibaia e o tríplex no Guarujá.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Janot vai mandar anexos da delação de Leo Pinheiro para o triturador de papéis após citação a Toffoli

  1. uma coisa que não quer calar pq os advogados do Léo que foram prejudicados não acionaram a imprensa ?
    Quem seria prejudicado nesta história o Léo o lula pode até escapar mais o empresário sem o acordo vai cumprir pena.

  2. Errar é humano, permanecer no erro é burrice (animal). MM. Juiz, pense um poco mais, o MM Toffoli, por conta do destino tornou-se vítima da CORJA do PT.Concedam -lhe  uma licença médica, por algum tempo e apresentam um substituto para continuar

Deixe uma resposta