PT não quer Lula nem Pimentel no palanque em BH

Conforme diz o Diário do Poder, o PT descartou o uso de nomes conhecidos do partido para ajudar na campanha eleitoral em Belo Horizonte: nada de Lula ou mesmo o governador Fernando Pimentel, ambos enrolados com acusações por corrupção em diversos âmbitos de investigação.

O deputado federal Reginaldo Lopes deu uma de João sem Braço e não admitiu que seria melhor sem os dois. Preferiu desdenhar do apoio, para disfarçar: “Essa história de que precisa-se de padrinho é coisa de candidato fraco, de candidato do século passado”, afirmou.

Ele fez campanha nesta segunda na Feira dos Produtores, mercado do bairro Cidade Nova, na Região Nordeste da capital, onde almoçou com correligionários. O candidato disse não estar nos seus planos atrair caciques para sua campanha.

A presidente afastada e ré Dilma Rousseff, cujo impeachment entra em fase final no Senado nesta semana, também não foi citada pelo candidato: “Não estamos preocupados com nenhum padrinho político. Todos que quiserem participar da nossa campanha, todas as pessoas que ajudaram a construir esse País, no campo democrático, pessoas com um olhar especial para o social, serão bem-vindas, mas não estamos priorizando esse tipo de campanha”, afirmou o petista.

 

Anúncios

2 comentários sobre “PT não quer Lula nem Pimentel no palanque em BH

Deixe uma resposta