Equipe de Dilma tentou forçar funcionários a gravarem depoimentos positivos sobre ela

Dilma Rousseff, na condição de quase ex-presidente, está refugiada no Palácio da Alvorada reclamando do suposto golpe (vulgo impeachment) enquanto vive na maior mordomia. De lá, ela e seus assessores já sabem que não há nada a ser feito para impedir algo que é inevitável, mas tentam forçar funcionários do local para que eles declarem-se favoráveis a ela.

Sim, é exatamente isso. Dilma Rousseff e seus assessores, que pretendem lançar um filme sobre sua vida no qual querem minimizar a absurda rejeição popular e os malefícios causados pela petista em nossa economia, quiseram colher “depoimentos emocionados” dos funcionários do Palácio da Alvorada, só que o plano fracassou miseravelmente.

Ninguém quis gravar o discurso positivo sobre a petista, e a pressão em cima de alguns funcionários foi tanta que uma cozinheira chegou a pedir demissão. Dilma já é conhecida por ser “nervosinha” e frequentemente tratar funcionários com estupidez, fato que recentemente lhe rendeu a pecha de desequilibrada.

 

Anúncios

Deixe uma resposta