Deveremos ter entre 60 e 63 votos a favor do impeachment”, diz Padilha

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou para a Rádio Estadão que a expectativa do governo interino de Michel Temer (PMDB) é que a votação final do processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT) termine com a cassação do mandato da presidente afastada.

“Deveremos ter entre 60 e 63 votos a favor do impeachment”, disse Padilha. “Sendo conservador, deveremos ter 61 votos.” O ministro afirmou que mesmo diante do otimismo, o governo não pretende interferir no Senado para apressar a votação ou garantir um número favorável. “O impeachment é questão do Senado”, afirmou.

Em se confirmando o impeachment de Dilma, Michel Temer deverá contar com ampla maioria no Congresso. O ministro-chefe da Casa Civil avalia que ao tornar-se definitivo, o governo Temer será ainda mais objetivo para executar as ações necessárias para a recuperação econômica do país. “Governo enquanto interino deixa interrogações, é natural. Com governo definitivo, teremos de conter a expansão da dívida pública e reformar o nosso sistema previdenciário”, disse Padilha.

Anúncios

Um comentário sobre “Deveremos ter entre 60 e 63 votos a favor do impeachment”, diz Padilha

Deixe uma resposta