Polícia Federal teria provas de que Toffoli é amigo de Léo Pinheiro

Dias Toffoli, ministro do STF delatado por Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, andou negando ser amigo do empresário.

Mas em 2012, um assessor de Léo Pinheiro lembrou ao empreiteiro do aniversário do ministro do STF e que ele gostava de “um bom whisky”. O empreiteiro respondeu: “Fale-me cedo do presente de Toffoli”. Léo Pinheiro foi à casa de Dias Toffoli.

Outra informação importante:  em 2013, o empreiteiro avisou um interlocutor que teria um encontro com Dias Toffoli para tratar do “assunto dos aviões” e que precisaria “do material para AGU”. Antes de ser nomeado para o Supremo, em 2009, Dias Toffofi foi durante dois anos Advogado-Geral da União.

Já em 2014, Léo Pinheiro perguntou ao ministro do STJ Benedito Gonçalves se ele “ia no aniversário do min Toffoli no domingo”.

A continuar negando a amizade com Pinheiro, a coisa tende a complicar para Toffoli.

Anúncios

2 comentários sobre “Polícia Federal teria provas de que Toffoli é amigo de Léo Pinheiro

Deixe uma resposta