Delação da OAS que entrega Toffoli enterra o PT de vez e constrange o STF

Como já noticiado por aqui, a delação premiada da OAS, assinada com a PGR, é devastadora para o PT. Como afirma o Antagonista, essa delação vai mandar Lula para a cadeia. E também pode mandar para lá o ministro do STF, Dias Toffoli, incluído na delação.

O detalhe é que Toffoli se tornou conhecido como um dos ministros do STF ligados ao PT, tendo sido colocado em seu cargo por Lula. Há algumas semanas, Toffoli chegou ao cúmulo de libertar Paulo Bernardo de sua prisão temporária, em uma atitude que foi duramente criticada como uma “prestação de serviços ao PT”.

Com a presença de Toffoli nas denúncias, o STF também fica manchado, aumentando o grau de pressão sofre a entidade, que já foi várias vezes rotulada de “puxadinho do PT”. A pressão sobre o STF pode constranger qualquer possível tentativa futura de Lewandowski de ajudar o PT no julgamento do impeachment de Dilma.

Convém lembrar que Lewandowski deu uma “quebrada de galho” nesta semana ao proibir que os senadores tivessem o direito à réplica, após Dilma respondê-los.

Anúncios

10 comentários sobre “Delação da OAS que entrega Toffoli enterra o PT de vez e constrange o STF

  1. O apoio da sociedade ao Juiz Sergio Moro parece que não está sendo suficiente perante a chamada Alta Corte, que parece tramar contra o Juiz.
    Não vejo a esperada pressão de Deputados e Senadores contra os ataques bolivarianos em defesa do Juíz.
    É esperada a proteção do Levandovisk/Renan à Dilma nas derradeiras seções do impeachment. Todo país sabe disso e Senadores estão na maior passividade.
    Pizza à mesa?

  2. Infelizmente o Brasil é um país podre em todas as suas instâncias e o povo conivente com tudo isso em troca de migalhas. Temos que despertar de vez e ir às ruas a qualquer custo lutar por este Brasil que ainda é nosso.

  3. Se confirmado não será surpresa, só espero que seja provado, por que, aqui todo mundo sabe das falcatruas, mas quando chega na hora da prova evapora.

  4. Tem que acabar com essas indicações políticas para o STF. Tem que acabar com essa história de notável saber jurídico, isso é muito subjectivo. Tem que acabar com o quinto constitucional. Ministro do STF tem que ser juiz de carreira é escolhido por seus pares. E com mandato de 8 anos.

  5. O TOFOLI, O LEVANDOSKI, MOSTRARAM AO PAIS A NECESSIDADE DE MUDAR O SISTEMA DE ESCOLHA DOS OCUPANTES DO STF, STJ, PGR, SNJ, E TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS, MEDIANTE DE ELEIÇÃO ENTRE OS MAGISTRADOS CONCURSADOS FEDERAIS. TEMOS CERTEZA QUE TEREMOS PESSOAS TREINADAS, COMPETENTES, ESTUDIOSOS, E NÃO MAIS CORRUPTOS INDICADOS POR OUTROS CORRUPTOS, BLINDANDO CORRUPTOS.

Deixe uma resposta