Temer e Serra querem distância das ditaduras bolivarianas

O Ministro das Relações Exteriores, José Serra, tem sido crítico voraz da ditadura venezuelana e fez um esforço, junto ao presidente argentino Maurício Macri e Horácio Cartes, presidente do Paraguai, para que o ditador Maduro não conseguisse assumir a presidência do Mercosul. O Governo Federal brasileiro fez questão de confirmar apoio às posições adotadas por Serra.

O objetivo é aproximar o Brasil de países que abraçam o regime democrático e a economia capitalista, e que por isso são mais prósperos e economicamente estáveis. Até porque a relação íntima com regimes como Cuba e Venezuela nunca foi benéfica aos brasileiros.

Anúncios

Deixe uma resposta