Requião: “tem de chorar e botar todo mundo pra chorar”

Conforme lembra o site de Fábio Campana, os dilmistas estão defendendo que a presidente afastada abandone qualquer traço jurídico de seu pronunciamento no Senado e parta para um tom mais emocional.

O senador Requião foi além: “Olha, tem de chorar e botar todo mundo para chorar”. Em seguida, constrangido, disse que só falou em “abrir o coração”.

A tática do choro pode dar errado pois um choro anunciado tende a ser compreendido como encenação, e não como uma manifestação genuína de emoção. Pode-se questionar sobre como será o choro dela? Será que ela vai ter coragem de chorar mesmo que vários de seus aliados tenham dito que é só encenação? Qual será a qualidade de sua encenação?

Com isso, a participação de Dilma no dia 29 em seu julgamento pode se tornar divertida.

Anúncios

Deixe uma resposta