Lula fazendo escola: esposa de Cunha questiona competência de Moro para julgá-la

Mostrando ao público que não há mesmo tantas diferenças assim entre Lula e seus supostos adversários, a esposa de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, através de seus advogados, protocolou uma petição contra o juiz federal Sérgio Moro, alegando que ele não tem competência para conduzir os processos que a investigam. A defesa de Cláudia Cruz pretende que ela seja julgada em jurisdição no Rio de Janeiro.

“Busca-se,  por  meio do referido incidente, o declínio da competência à  Seção Judiciária do  Estado do Rio de Janeiro, tendo em vista que, de acordo com a ótica  da  acusação    que  imputa à Peticionária a conduta  consistente,  basicamente, na  manutenção de valores em contas no exterior sem declara-los às  autoridades públicas competentes, da qual teria decorrido os crimes de evasão e lavagem de dinheiro – o local da infração deve ser considerado como  aquele no qual os ativos deveriam ser declarados, ou seja, o domicílio  fiscal da Peticionária, no Rio de Janeiro”, diz a petição (ler na íntegra).

Cláudia é acusada de evasão de divisas e lavagem de dinheiro no valor de US$ 1 milhão, tudo isso proveniente de crimes cometidos pelo próprio marido, o ainda deputado federal Eduardo Cunha. Há uma semana o juiz Sérgio Moro estava incomodado com o fato de que não conseguia intimar a acusada por conta de um endereço errado ou falso que lhe foi passado.

Anúncios

Um comentário sobre “Lula fazendo escola: esposa de Cunha questiona competência de Moro para julgá-la

  1. “Mostrando ao público que não há mesmo tantas diferenças assim entre Lula e seus supostos adversários” foi um comentário muito infeliz, deste site!
    Os “supostos adversários” do luladrão são todos os brasileiros que querem a moralização desse país.
    Os políticos são instrumento para que isso ocorra, ou caso contrário, o Judiciário!

Deixe uma resposta