Acuados, petistas dizem que sumiço de faixa foi armação de Temer

A faixa presidencial já foi encontrada, mas continua rendendo polêmicas em Brasília. A mais nova diz respeito a postura dos petistas, que acuados diante das investigações e da péssima repercussão estão acusando o governo do presidente Michel Temer de ter forjado o sumiço do acessório para responsabilizar a presidente Dilma Rousseff. Ocorre que não há prova alguma da conspiração.

Também se leva em conta o fato de que a faixa foi vista pela última vez com a própria presidente Dilma Rousseff, no dia 07 de setembro de 2015. Desde então o acessório desapareceu. O acessório havia sido adquirido durante a gestão do ex-presidente Lula, e custou R$ 55 mil.

O desaparecimento do objeto só virou notícia quando a Veja publicou uma matéria bomba mostrando um levantamento do Tribunal de contas da União, dando conta de que estavam desaparecidos – incluindo a faixa. Depois da repercussão negativa, a faixa foi encontrada supostamente perdida em uma das gavetas do Planalto. Mas estava sem o broche de ouro com 21 diamantes cravejados. A joia só foi encontrada depois, aparentemente perdida embaixo de um dos móveis. Os objetos só foram recuperados após a Presidência da República ter anunciado a abertura de uma sindicância para apurar o furto.

Anúncios

Um comentário sobre “Acuados, petistas dizem que sumiço de faixa foi armação de Temer

  1. Até onde se sabe, não há fotos de Michel temer com essa faixa.
    Há?
    A bandilma queria uma recordação, dos tempos de presidência!

Deixe uma resposta