Renan desdenha carta de Dilma: “Senado cumprirá seu papel constitucional”

Após a divulgação da carta que Dilma Rousseff escreveu para os senadores e “para o povo brasileiro”, o presidente do Senado Renan Calheiros pareceu não ter dado grande importância e apenas reiterou que o Senado Federal fará seu trabalho e cumprirá o dever constitucional.

“O julgamento começará no dia 25, deve se estender por três ou quatro dias e eu não tenho nenhuma dúvida – e como os senhores sabem – o presidente do Senado é apenas produto do que o Senado quer e pensa. O Senado vai cumprir o seu papel”, disse Renan.

O senador também afirmou, de forma clara, o fato de que o pedido de Dilma por novas eleições não possui base constitucional. “Na democracia, a melhor saída sempre é a saída constitucional e plebiscito e novas eleições não estão previstos na Constituição. Então isso não é bom”, afirmou Renan.

Anúncios

Deixe uma resposta