Em campanha, Haddad bate boca com rapazes na periferia

Começou muito mal a campanha pela reeleição de Fernando Haddad a prefeitura de São Paulo. O petista começou sua campanha pelo bairro do M’Boi Mirim, na zona sul da cidade. A intenção de Haddad era começar pela periferia para passar uma imagem que contrastasse com as críticas feitas a seu mandato, de que ele trabalha para a elite de esquerda paulista. Mas o encontro foi um fiasco.

O prefeito topou com alguns rapazes que questionaram o petista pelo envolvimento do seu partido nos recentes escândalos de corrupção descobertos pela Operação Lava Jato. Haddad irritou-se e retrucou, quando o grupo de jovens chamou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ladrão e fez ataques pessoais ao seu vice, Gabriel Chalita (que também é acusado de corrupção no mesmo escândalo). Não fala isso, rapaz. Você está falando bobagem”, gritou o petista.

Haddad começa a campanha como o candidato mais rejeitado, sendo que 45% dos eleitores disseram que jamais votariam nele. As últimas projeções mostram que caso consiga a façanha de ir para o segundo turno, o prefeito perderá para todos os candidatos.

Anúncios

3 comentários sobre “Em campanha, Haddad bate boca com rapazes na periferia

    1. DEUS NOS LIVRE DESSE TUMOR MALÍGNO NOVAMENTE. SE O HADDAD VENCER AS ELEIÇÕES, VERIFIQUE AS URNAS, COM CERTEZA FORAM FRAUDADAS NOVAMENTE. PELO AMOR DE DEUS!!! ERRAR É HUMANO, MAS PERSISTIR NO MESMO ERRO, JÁ É BURRICE DEMAIS. HADDAD, NUNCA MAIS.

  1. Eu apoio a candidatura de Fernando Haddad para prefeito. Só que candidato a prefeito de Pyongyang na Coréia do Norte. Bem longe da gente!
    Foi, de longe, o pior prefeito que São Paulo já teve na sua história! Celso Pitta perto dele era um gênio em administração pública!

Deixe uma resposta