Dilma volta atrás e decide ir ao Senado para, segundo ela, “dar um show”

A presidente afastada Dilma Rousseff, que até poucos dias ainda dizia que não queria comparecer na sessão final do Senado Federal em seu processo de impeachment, afirmou nesta quarta, 17, para a Folha de São Paulo, que decidiu comparecer.

“Será a manifestação de uma presidente que irá ao Senado e que está sendo julgada por um processo de impeachment sem crime de responsabilidade”, insistiu Dilma em sua narrativa de alegar inocência, apesar de todas as provas contra ela.

Dilma insinuou ainda que faria um show tal como no dia 17 de abril – quando o impeachment foi votado na Câmara, apesar de isso não fazer muito sentido.

Palavras dela: “Se eles quiserem que o Brasil veja um show tipo 17 de abril…”. Ela se referia ao dia em que a admissibilidade do impeachment foi aprovada na Câmara Federal.

Anúncios

Um comentário sobre “Dilma volta atrás e decide ir ao Senado para, segundo ela, “dar um show”

Deixe uma resposta