Deputado do PSOL, Edmilson Rodrigues é condenado por improbidade administrativa

O deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) foi condenado por improbidade administrativa. Em decisão tomada pelo juiz Cláudio Henrique Fonseca de Pina, da 1ª Vara Federal do Pará, o psolista foi condenado por fraudes na compra de livros didáticos e por desvio de finalidade de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os crimes administrativos teriam sido praticados quando Rodrigues comandou a capital paraense, de 1997 a 2005.

Na gestão de Rodrigues foram comprados 14.000 exemplares sem licitação, e de acordo com a denúncia foram pagos sem ter sido entregues. Uma das testemunhas afirmou que a então chefe da Divisão de Recursos Materiais da prefeitura Eliana Medeiros de Miranda, assinava as notas fiscais dos livros como se eles já tivessem sido entregues. No caso do FNDE, os recursos foram utilizados para comprar produtos que nada tinham a ver com a área, como camisetas, bonés, produção de CDs e DVDs e até “performances culturais”.

A Justiça condenou o ex-prefeito a ressarcir integralmente 306.973 mil reais aos cofres públicos, além de ter de pagar uma multa de 50% sobre o montante. O deputado também teve os direitos políticos suspensos pelo prazo de oito anos. Ainda cabe recurso. Apesar das várias provas colhidas pela Justiça, Edmilson se manifestou afirmando que a decisão é política e inconsistente, segundo nota emitida pela assessoria do Diretório Municipal do PSOL em Belém.

Anúncios

3 comentários sobre “Deputado do PSOL, Edmilson Rodrigues é condenado por improbidade administrativa

Deixe uma resposta