Abilio Diniz quer aumentar impostos, o que resultaria em fuga de investimentos

Em entrevista ao Jornal Zero Hora, o empresário ex-dono do Grupo Pão de Açúcar (GPA), e hoje terceiro maior acionista do Carrefour global, sugere algumas ideias absurdas, mesmo que se declare confiante que a nova equipe econômica do governo está no caminho certo para resgatar a confiança do empresariado. Vale lembrar que Abilio foi próximo dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma.

Abilio disse que “o governo de Michel Temer está cercado de pessoas de competentes”, referindo-se ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; e ao presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. Mas ele é contra as medidas do Banco Central para combater a inflação: “O Ilan diz que vai derrubar a inflação no ano que vem e colocar no centro da meta, de 4,5%. Ele está fazendo isso. ê um guardião da inflação. Mas têm os efeitos colaterais. Para combater a inflação, não pode baixar a taxa de juros. Com isso, atrai dinheiro de fora, que é especulativo de curto prazo. Isso derruba o dólar. O real vai se valorizando cada vez mais. ê ruim porque é fictício.”

Para equilibrar a equação, a sugestão de Abilio é uma afronta: “Não acho que seja um papel do Banco Central [equilibrar essa equação]. Este é problema da Fazenda. Não tem que ter pudor com dinheiro especulativo. Tem de taxar. Coloca IOF (imposto sobre operações financeiras), arrecada e põe no caixa. Quando você taxa, o investidor entende isso. A taxação é uma diminuição da taxa de juros. Esse tipo de medida tem que ser tomada. Uma das críticas, no passado, foi a valorização do real. Foi ruim para economia como um todo. Não vamos cometer erros antigos. Não vamos deixar o real se apreciar demais. ê um ponto que vão ter que cuidar. ê muito ruim para o investidor uma taxa de câmbio volátil.”

O que Abilio chama de “capital especulativo” são investidores que podem trazer empregos e fazer concorrência à empresa dele. A estratégia de afastar investidores sempre tem sido adotada por regimes bolivarianos.

Anúncios

2 comentários sobre “Abilio Diniz quer aumentar impostos, o que resultaria em fuga de investimentos

  1. Concordo plenamente com a sugestão proposta, e o comentário não corresponde a realidade, claro que taxar capital especulativo seria a melhor saída, até porque não tem quem se afastar estando já instalado no Brasil o maior e mas devastador concorrente das empresas dele o ” WallMart”. Portanto comentário infeliz o da edição.

Deixe uma resposta