Lula surta e diz que impeachment é contra “a mulher brasileira”

Segundo o site petista Brasil 24/7, o ex-presidente Lula participou de um discurso em Guaianases, zona leste de São Paulo, que marcou o início da campanha do prefeito petista Fernando Haddad, que busca a improvável reeleição.

No discurso, o ex-presidente tornou a adotar a narrativa de que “há um golpe”, mas adotando um tom ainda mais farsesco ao simular que o impeachment se deve ao fato de Dilma ser mulher.

“Acabamos de ver 342 deputados em Brasília darem um golpe no voto de vocês. Tem que levar em conta que o golpe na Dilma foi um golpe na mulher brasileira”, disse o ex-presidente, sobre o processo legal de impeachment, cujo julgamento final começará no dia 25.

Lula não explicou porque Fernando Collor, que não era mulher, sofreu impeachment em 1992 em um processo apoiado plenamente por parlamentares do PT, assim como de diversos outros partidos.

Haddad hoje tem apenas 8% de preferência do eleitorado, ficando através de Celso Russsomanno (PRB), que tem 25% das intenções de voto, Marta Suplicy (PMDB), com 16%, e Luiza Erundina (PSOL), com 10%.

Anúncios

Deixe uma resposta