Ex-presidente do STF diz que chicanas do PT chegam à falta de patriotismo

Sydney Sanches foi presidente do STF na época em que Fernando Collor foi Cassado, em 1992. Em entrevista ao Globo afirmou que as manobras usadas por Dilma se assemelham às de Collor.

Sanches afirmou: “Dilma e Collor usaram as mesmas manobras para encobertar os crimes de responsabilidade e de quebra do decoro no exercício do mandato. A meu ver, ela não escapa dos incisos que tratam do crime de responsabilidade. Usou de manobras para esconder a situação real e trouxe todos esses problemas para o país, que está destroçado”.

Há uma diferença no caso dos petistas, todavia, pois a quantidade de chicanas praticadas pela defesa de Dilma é um diferencial negativo: “É falta de patriotismo. A paixão pelo poder é uma coisa séria. Esquecem o país, a família, tudo. Enquanto isso, a economia e o país seguem do jeito que estão, sangrando. O mais interessante é que no impeachment que presidi, do Collor, o maior defensor era o PT de Dilma. Agora estão todos juntos. Na política, a ética é outra”.

As táticas de postergação adotadas pelos petistas sempre tiveram como objetivo causar incômodo à acusação, bem como atrasar a recuperação da economia, sendo, no fundo, uma vingança contra o povo brasileiro. Como Sanches explicou, é até falta de patriotismo.

Anúncios

Deixe uma resposta