Mulher de Cunha precisa dizer “de imediato” onde mora, exige Moro

A esposa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Claudia Cruz, tem dado uma canseira no juiz Sérgio Moro. Ela não está sendo encontrada para intimação pessoal. O juiz curitibano perdeu a paciência e exigiu que ela apresentasse “de imediato” seu novo endereço. Claudia é ré em uma ação penal na Operação Lava Jato por evasão de divisas e lavagem de mais de US$ 1 milhão.

Em despacho feito na última terça-feira (9), Moro afirmou que foi programada a audiências das testemunhas de acusação do processo para 26 de agosto e que ”há dificuldades para intimação pessoal da acusada Cláudia Cordeiro Cruz”.

“O endereço disponível nos autos informado pela defesa era o endereço da Presidência da Câmara, não mais ocupada pelo marido da acusada”, disse o juiz. “Não há outro endereço disponível. A defesa contatada por telefone não prestou objetivamente informações sobre o endereço residencial”. Moro lembrou, com clareza, que ”é dever da defesa manter o Juízo informado sobre qualquer mudança de endereço de seu cliente”.

“É evidente que aqui não há um propósito de ocultação, mas apenas a intenção da defesa de ter mais prazo para se manifestar sobre o despacho (que trata da audiência). Não obstante, a recusa além de violar dever processual prejudica o andamento do processo. Assim, intime-se a defesa para apresentar de imediato o endereço atual e onde a acusada Cláudia Cordeiro Cruz pode ser encontrada”, definiu.

“Esclareço que isso não afetará o prazo para manifestação. Faça-se a intimação por telefone ou outro meio expedito, já que inviável esperar o prazo do processo eletrônico”.

 

Anúncios

4 comentários sobre “Mulher de Cunha precisa dizer “de imediato” onde mora, exige Moro

  1. O Sr. CUNHA,atrasou tudo que pode para ser julgado no ´processo da Câmara, é lógico que os Advogados façam o mesmo com a sua esposa

Deixe uma resposta