Só em 2014, Dilma gastou quase 800 milhões com cartões corporativos

Segundo análises parciais feitas pela Secretaria de Governo sobre gastos diretos da Presidência da República durante as gestões de Dilma Rousseff mostrou que a presidente gastou cerca de R$ 747,6 milhões em 2014 apenas com cartões corporativos dos diversos membros do staff – incluindo a presidente afastada. As informações são do Estadão.

De acordo com a reportagem, essa será a primeira “bomba” que Michel Temer vai jogar no colo da “presidenta”, já que o Partido dos Trabalhadores e linhas auxiliares como REDE, PSOL e PCdoB estão responsabilizando o presidente interino pela catastrófica situação fiscal deixada por Dilma Rousseff.

Além da irresponsabilidade com gastos públicos, Dilma acreditava que a presidência deveria proporcionar luxos. Durante seus mandatos, a presidente só utilizava carros de luxo tanto no Brasil quanto no exterior. Em viagens, nunca se hospedava em embaixadas: ela escolhia sempre hotéis cinco ou seis estrelas, além de utilizar o avião presidencial e jatinhos para suas grandes comitivas.

Entre jantares de luxo, cabelereiros caros, roupas e sapatos, Dilma gastava mais do que os monarcas da Bélgica, Holanda e Inglaterra. Mesmo depois de afastada, a presidente tentou manter luxos como caviar, champanhe e avião presidencial. O presidente Temer cortou alguns privilégios, o que levou petistas a declararem que ele havia deixado a presidente com fome. Ocorre que mesmo que fosse verdade, a presidente teria dinheiro para comprar sua própria comida, considerando que seu salário é de R$ 27.841,20 mensais.

Anúncios

15 comentários sobre “Só em 2014, Dilma gastou quase 800 milhões com cartões corporativos

    1. Ser rico não é crime. Deixemos isso nem claro. A questão é que o dinheiro utilizado é público, isso sim é um absurdo sem tamanho. É inaceitável esse valor

  1. Não sou Deus para julgar. O que a Ex-Presidente fez, somente a Justiça têm o mérito para resolver esta situação de Lava-Jato.

  2. Cada dia mais entendo menos algumas coisas que ocorrem no Brasil. Que história essa de não haver limite para gastos da presidente em viagem de trabalho.? Deve haver limite.Ela viaja de avião da Nação. Hospedagem e alimentos no exterior deveria sim ter limite e pronto.

  3. Até quando nossa nação nossa pátria, vai suportar situações como essa ? Não consigo entender esta situação de cartão corporativo. Não foi o PT quem criou mas com certeza usou como ninguém, o que me assusta e não aparecer nenhum político criticando o sistema contaminado, parece que todos ficam esperando sua vez de chegar no poder para usufruir de benefícios absurdos.

  4. Se cortar os cartões deste povo …Da pra acabar com a fome no Brasil..e dar uma casa própria para cada brasileiro que ainda não tem ..sem falar nos hospitais a serem construídos … Só com estes três teve este gasto imagina com os deputados e senadores ???

  5. Acredito que a ex presidente esteja usufruindo, mesmo sem pasta, de grandes benesses, além do salário vitalício de mais de 27000 reais!…. Isso sem considerar o que ela acumulou ao longo dos mandatos do Lula( ministra, presidente da Petrobras,etc) e por ai vai!….

  6. Gente burra é uma coisa triste…

    30 segundo no Google… https://noticias.terra.com.br/brasil/politica/gastos-secretos-batem-recorde-no-governo-dilma-em-2014,5c4ae7455b79a410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

    O total de gastos dos 16 órgãos e secretarias vinculados à Presidência da República com cartões corporativos em 2014 foi de pouco mais de R$ 21,2 milhões. Entretanto apenas 2,98% foi detalhado na internet, o restante foi categorizado como sigiloso: “informações protegidas por sigilo, nos termos da legislação, para garantia da segurança da sociedade e do Estado”. Essa é a justificativa para 97,2% do que foi gasto não ter sido divulgado.

    http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2015-01-07/gastos-secretos-com-cartoes-corporativos-da-presidencia-batem-recorde-em-2014.html

    Gastos com cartões corporativos do governo federal
    Ano total
    2014 R$ 65.274.622,26
    2013 R$ 61.792.021,67
    2012 R$ 59.645.468,15
    2011 R$ 58.743.558,95
    2010 R$ 80.079.782,60
    2009 R$ 64.547.860,27
    2008 R$ 55.257.326,02
    2007 R$ 76.254.491,76
    2006 R$ 33.362.544,98
    2005 R$ 21.706.269,63
    2004 R$ 14.151.233,77
    2003 R$ 9.262.660,44
    2002 R$ 3.004.180,40

Deixe uma resposta