Carta de Dilma é bobagem, disse Lula

Lula esteve durante o dia de ontem (10) em Brasília, conversando com senadores, no esforço não tão dedicado de convencer alguns deles a votarem contra o impeachment de Dilma. No entanto, deixou claro que a ideia de divulgar uma carta, por parte da presidente afastada, é pura bobagem.

O ex-presidente também admite, assim como Rui Falcão, que a ideia de um plebiscito para novas eleições é inviável, algo que realmente nunca foi consenso dentro do partido. Essa postura reforça ainda mais o já enorme mal-estar que se vê, nitidamente, entre os membros da legenda.

“Ele não acha a carta tão essencial, ele acha que o importante é a presidente Dilma se aproximar dos senadores, fazer o olho no olho, com mais afago, mais abraços e beijos, mais café, mais tudo”, disse o deputado Vicente Candido, amenizando o tom das críticas à tal carta.

O fato é que ninguém no partido quer se comprometer com a carta de Dilma. O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), fez questão de destacar que a iniciativa não tem qualquer relação com o partido ou com os movimentos sociais. “A carta será o pensamento dela, o sentimento dela”, afirmou Costa, tentando se desvencilhar.

Anúncios

Um comentário sobre “Carta de Dilma é bobagem, disse Lula

Deixe uma resposta