Condenado a 43 anos de cadeia, almirante Othon também deve perder patente

Muitos comentários feitos na internet insinuavam, diante da condenação do almirante Othon, que sua pena seria abrandada pelo fato de ele ter patente militar. Entretanto, de acordo com o Diário do Poder, será justamente o contrário.

Além dos 43 anos de prisão, a Justiça Militar pretende puni-l com a perda da patente e de seus privilégios militares. Ao que tudo indica, as Forças Armadas gostam de prezar pela transparência e pela boa imagem da corporação, de modo que Othon acabará servido de exemplo.

Anúncios

Deixe uma resposta