Carmen Lúcia lacra para cima de Dilma e recusa o rótulo “presidenta”

Os dias finais de Dilma Rousseff antes de sofrer definitivamente o impeachment tem sido humilhantes para a presidente petista afastada.

Hoje soubemos que a ministra Carmen Lúcia foi eleita para presidir o STF a partir do fim de setembro, quando o atual presidente da Corte Suprema, Ricardo Lewandowski, deixará o cargo.

Carmen foi questionada se gostaria de ser chamada de “presidenta”. Imediatamente, ela recusou. Sorrindo, respondeu: “Sou amante da língua portuguesa”.

Evidentemente, tanto ela será presidente do STF como seu antecessor, Ricardo Lewandowski, o foi. A situação humilhante ainda não foi comentada pela mídia petista, e nem mesmo por Dilma.

Anúncios

30 comentários sobre “Carmen Lúcia lacra para cima de Dilma e recusa o rótulo “presidenta”

  1. Ela agiu corretíssima pois não existe a palavra Presidenta na Língua Portuguesa, assim como também não existe a Capitã, mas sim a Capitão.

  2. A Carmem Lucia está certa, meu professor de português sempre alertava que se o som proferido ao falar ferir os ouvidos é porque está errado, troque as palavras para consertar. A palavra PRESIDENTA sempre me incomodou.

    1. Seu professor está equivocado. Tem monte de gente falando rúbrica, pq acha que é o certo, quanda na verdade e soando mal a palavra correta é paroxítona. Tem gente que teima em escrever no portugês brasileiro “clítoris”, mas é clitóris.
      E existe tanto presidente como presidenta, basta dar um google que vc acha.

      1. Não devemos ir atrás só porque muita gente fala, usa ou escreve. Devemos seguir o certo. Presidente é o certo, assim como clítoris e não clitóris. De tanto os burros falarem errado, os menos informados o seguem. Outro exemplo e a abreviatura de general, GAL E não gen. e no entanto, atualmente, os “ilustres” abreviam errado. Outra: não acredite em tudo que está no Google, melhor consultar um bom dicionário.

  3. É a postura que uma pessoa ocupando o cargo de liderança atual e do futuro, na mais alta corte de justiça do Brasil, deve ter ao respeitar a língua portuguesa e assim dar exemplo aos milhões de crianças e jovens em idade escolar. Parabéns senhora Ministra Carmem Lúcia.

  4. A Dilma é macho em tudo! Mas tentou desfarça preferindo ser chamada de presidenta, ferindo assim o nosso português!!! 😁😁😁😳😜😜😜Kkkkkkk

    1. Seguindo pelo mesmo caminho (coitada da nossa língua portuguesa…evitemos sangramentos maiores motivados por tantas feridas), vamos encobrir, ocultar o desfarça e utilizar o disfarçar que ficará mais coerente com tanta indignação.

  5. Tanto o lula e Dilma sempre se consideravam espertos e faziam as tramóias sem ter ninguém para questionar pensando que sempre ficariam impunes, gra,cãs ao Mouro e muitos outros majestrados competentes eles estão sendo investigados e julgados.

  6. Finalmente e finamente vamos ter nossos ouvidos poupados de tanta ignorância e falta de conhecimento da língua portuguesa.
    Sabem por que Dilma fazia questão de destruir nossa língua pátria?Por que é filha de um comunista Búlgaro , que nunca amou o Brasil e veio apenas com a finalidade de instituir o comunismo no nosso país. Não era filho da nossa pátria ,portanto não podia passsr amor àquilo que não lhe pertencia.

    1. Então você tem que ter muito cuidado com os imigrantes que estão chegando pra o Brasil. São centenas por dia. Se você tem medo do pai da Dilma, imagina o EI colocando uma bomba na porta de sua casa, ou um outro de qualquer nacionalidade tomando o emprego seu e de seu filho, comendo a mulher que você tanto desejava. Os índios que aqui moravam e foram expulsos por pessoas do seu tipo, será que pensaram desse mesmo jeito? E os escravos que vieram da Africa principalmente os de origem ioruba, você vai expulsá-los pra suas terras de origem? E os europeus que também tanto ajudaram na formação de brasileiros, inclusive lhe ensinando a pensar assim, esses também serão expulsos por seus pensamentos mesquinhos?

  7. A Ministra Carmen Lúcia é completamente diferente de Levandowski. Conseguiu chegar lá por seus próprios méritos, é apolítica, pelo menos quando atua como ministra do STF, é justa, imparcial, é muito competente. Vai transformar o STF num órgão de defesa do povo, não de políticos, como foi até agora! Eu a admiro muito!!!

Deixe uma resposta