Venda de mansão de Rui Falcão pode ter a ver com medidas judiciais contra o PT

 

Nesta segunda-feira, dia 8, o presidente nacional do PT vendeu sua mansão de mais de 600 metros quadrados, em um luxuoso condomínio em Vinhedo, cidade próxima de São Paulo. O valor ‘oficial’ da venda foi de apenas R$ 1,8 milhão, bem abaixo do que vale o imóvel.

Rui Falcão era vizinho de José Dirceu no condomínio, o ex-chefe da Casa Civil no governo de Lula. Dirceu é condenado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa, o que pode resultar na perda de sua mansão e outro imóvel que possui para quitar as dívidas com os cofres públicos.

O fato de o presidente nacional do partido ter vendido a mansão, ainda mais por um valor tão baixo, gera desconfianças, ainda mais agora que o PT é investigado em uma escândalo que envolve Paulo Bernardo, ex-ministro do Planejamento, cujo esquema pode ter beneficiado em até R$ 80 milhões o Partido dos Trabalhadores.

Três ex-tesoureiros do PT estão presos, o partido trabalhou durante anos com o desmonte da Petrobrás. Tudo parece indicar que Falcão está se antecipando para não ficar sem dinheiro.

Anúncios

2 comentários sobre “Venda de mansão de Rui Falcão pode ter a ver com medidas judiciais contra o PT

  1. É claro e cristalino que esse pilantra vendeu a tal mansão por um valor muito maior, mas vai receber a maioria por fora, como todo petista que se preze! Podem procurar, pois o pagamento será em dinheiro vivo e estará guardado em algum lugar bem escondido; e não será em reais, nem em rublos, nem em pesos cubanos: será em dólares mesmo, pois essa corja é comunista, mas adora os produtos capitalistas. Comunismo é para os outros!

Deixe uma resposta