Nadadora Joanna Maranhão deu declaração transfóbica em 2011 no Twitter

A nadadora Joanna Maranhão – que tem apoiado partidos de extrema-esquerda, como o PSOL – parece não ter assimilado muito bem sua derrota nos 200 metros medley.

Após a derrota, ela fez um discurso no qual queria aparentar apreço pelas minorias: “O Brasil é um país muito racista, preconceituoso, racista, homofóbico, voltado ao futebol, e os ataques que são feitos lá as pessoas pensam que não afeta. Eu sempre me posicionei politicamente, porque sinto que todo ser humano tem um papel a fazer, mas eu quero um país para todo mundo. Não quero que a Tais Araújo seja chamada de ‘macaca’, que a Rafaela Silva seja chamada de ‘decepção’, amarelona’”.

Mas em um Twitter de Janeiro de 2011, vemos que a nadadora foi preconceituosa contra a travesti Ariadne, que havia participado do BBB:

_____________________9dccd169-a207-4994-9303-5855fcae6831

Também recebemos o seguinte printscreen, de setembro de 2013, no qual a nadadora demonstra atitude preconceituosa contra o Nordeste:

jujuca

Estes, de 2010, também são muito reveladores:

_____105e26c5-0e17-4b6d-addd-695744c66f19

Anúncios

12 comentários sobre “Nadadora Joanna Maranhão deu declaração transfóbica em 2011 no Twitter

  1. O preconceito dela não era contra o Nordeste, mas sim contra Sul é Sudeste, o que prova que não são só os Sulinos que são preconceituosos. Corrijam a reportagem, por favor.

  2. Essa matéria é pra justificar o que disseram a ela? Então eu posso dizer que quero que certo político seja estuprado, torturado, espancado e morto já que ele deseja isso a outras pessoas em mídias sociais?

  3. Sei lá… Oq mais tem nesse mundão são pessoas q estão revendo seus preconceitos. Se hoje ela pensa diferente só posso aplaudi-la por ter evoluído como pessoa. E quem sabe outras pessoas possam se espelhar nela e deixarem seus preconceitos e fobias no passado.

  4. Sem espirito olímpico nenhum, se tivesse ganhado uma medalha estaria na mídia agredindo e ofendendo todo mundo, falou e tomou, boca calada não entra mosquito

  5. ELA COMETEU TRANSFOBIA .. NÃO HOMOFOBIA

    e mais Ariadna não se passou por mulher lá dentro .. ela entrou lá de acordo com seu genero .. entraram 8 homens e 8 mulheres e ela estava entre a 8 mulheres … o programa teve q mostrar até o seu documento RG p enfatizar isso .. seu documento constava genero feminino, puro preconceito msm dessa atleta e acho isso otimo, o jogo sempre vira hehe..mas é bem comum encontrar gente “politizada” contra homofobia e comentendo Transfobia ..afinal p muitos transexuais não são humanos

  6. Senta encima do rabo e se cale Joanna…. Fica mais feio ainda tentar corrigir. Qndo se lança uma flecha ou se diz algo, n tem mais como voltar a trásiu corrigir, a única coisa a se fazer é esperar o resultado….

Deixe uma resposta