Lewandowski comete ato falho: chama Cardozo de “nosso advogado”

Na sessão de hoje, no Senado Federal, que discute e vota o relatório já aprovado pela Comissão Especial do Impeachment, o ministro Ricardo Lewandowski comanda a sessão, conforme manda o rito constitucional.

Em momento considerado como “ato falho”, Lewandowski chama o advogado de Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, de “nosso advogado”. Em seguida ele tentou se corrigir, mas já era tarde.

Anúncios

18 comentários sobre “Lewandowski comete ato falho: chama Cardozo de “nosso advogado”

  1. Isso é prova indiscutível que o governo da esquerda estava aparelhando o Estado pra se perpetuar no poder. Cabe a nós brasileiros lutarmos pra reverter definitivamente esse quadro de agonia!

  2. Mas e alguém neste país ainda tinha dúvida da cumplicidade deste senhor, que veste uma das togas mais representativas do país, com a unica intenção de manter o esquema do PT longe da justiça.

  3. Ainda não me convenci que o advogado da União seja o advogado particular de uma Presidenta. Justo aquele que deveria defender o Estado de qualquer prejuízo contra o povo, ações essas que possam trazer prejuízo a nação.
    O Brasil está lutando contra o Brasil. É o que parece!

    1. Mas persistir no erro de defender esses bolivarianos do Foro de São Paulo, aí é burrice ou malcaratisse. Uma Corte Suprema não pode se politizar.

Deixe uma resposta