Presidente da Hemobrás, petista, é demitido por Temer

A faxina dentro das instituições públicas e empresas estatais segue a todo vapor. Nesta quinta-feira, 4, o presidente interino Michel Temer determinou ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros, que demitisse o presidente da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia, o petista Rômulo Maciel Neto, envolvido em esquemas de desvios dentro da entidade. A demissão foi publicada no Diário Oficial da União.

Maciel é investigado pela força-tarefa da Operação Pulso, da Polícia Federal, que apurou desvios realizados na empresa para abastecimento de campanhas políticas. Quando a polícia deu batida na sede da instituição, em Pernambuco, até dinheiro voou pela janela.

O petista tinha sido afastado do cargo em dezembro, mas tentava retomar o cargo na Justiça. Agora, com sua demissão definitiva, ele não tem chances de retornar.

Anúncios

Um comentário sobre “Presidente da Hemobrás, petista, é demitido por Temer

Deixe uma resposta