Oposição venezuelana está contra desejo de Maduro de presidir Mercosul

O governador do estado de Miranda, na Venezuela, líder da Unidade Nacional na Venezuela – movimento que se opõe a Nicolás Maduro – definiu como inaceitável o desejo do presidente venezuelano, que disse querer assumir o comando do Mercosul.

Capriles concorda com o nosso Ministro das Relações Exteriores, José Serra, e também com os presidentes argentino e paraguaio, respectivamente Maurício Macri e Horacio Cartes. Para ele, o país não tem condição nenhuma de assumir o comando do bloco, visto que mal tem conseguido lidar com os próprios problemas.

Capriles também deixou claro que Maduro viola diariamente a Constituição do país, e que “seria uma imoralidade lhe entregar a presidência do Mercosul. Exorta que todos organismos internacionais devem exigir que o “ditador” respeite a carta constitucional venezuelana.”

O país passa por uma gravíssima crise política, institucional e econômica. Milhões de venezuelanos passam fome, alguns até fogem do país frequentemente em busca de alimentos na Colômbia, como tem ocorrido frequentemente nas últimas semanas.

 

Anúncios

Deixe uma resposta