Marido de Gleisi “estava no ápice da organização criminosa”, diz juiz

De acordo com o juiz federal Paulo Azevedo, que aceitou a denúncia contra o ex-ministro Paulo Bernardo, a  Procuradoria da República considera que o petista desenvolveu papel de líder no Esquema Consist, que praticava desvios milionários através dos quais Bernardo se beneficiou diretamente.

Na Operação Custo Brasil, os investigadores descobriram evidências de que o marido de Gleisi Hoffman teria recebido cerca de R$ 7,1 milhões em propinas através deste esquema. A Consist, empresa de software contratada para administrar empréstimos consignados de servidores públicos federais a partir de 2010, é a peça chave para desvendar todos os detalhes do caso.

Anúncios

Deixe uma resposta