Toda a farsa de Letícia Sabatella é esmiuçada por Reinaldo Azevedo

 

O jornalista Reinaldo Azevedo expõe, de modo claro e direto, a farsa sobre o caso ocorrido com Letícia Sabatella nas manifestações de domingo, 4. Segundo ele, “Letícia Sabatella expressa os suspiros finais de uma farsa, que é a do esquerdista vítima das circunstâncias que não são sua escolha, que é a do militante das flores vencendo o canhão.”

Azevedo ainda explica como foi que a atriz se aproveitou da situação intencionalmente, de modo que pudesse tirar disso algum lucro político.

“Letícia transformou isso tudo numa caricatura quando resolveu se meter numa manifestação anti-Dilma, certa de que seria  alvo da hostilidade dos que protestavam em favor do impeachment. O vídeo que ela própria tornou público demonstra a sua postura, vamos dizer, passivo-agressiva. Embora buscasse ser a perseguida, é o olhar subjetivo da câmera que avança sobre os presentes, não o contrário”, diz Azevedo.

Ele continua:

“Esta senhora diz que vai escrever um texto a respeito, que comporá a abertura da peça “Haiti Somos Nós”, do grupo Os Satyros, ao qual ela pertence. Não sei se esse trabalho conta ou não com o incentivo da Lei Rouanet!

A cada hora fica mais evidente que Letícia estava, vamos dizer, em busca de um “evento”. E aqueles que ela decidiu ter como adversários foram personagens involuntárias da sua pantomima. É um comportamento detestável.”

A atriz, em verdade, foi até lá para tirar proveito do fato. Ela sabia que aconteceria. No mês passado, em entrevista ao Programa do Jô, com Jô Soares, ela mesma explicou que já vinha sendo escrachada na internet. De fato, foi de propósito.

 

Anúncios

8 comentários sobre “Toda a farsa de Letícia Sabatella é esmiuçada por Reinaldo Azevedo

  1. Vamos Letícia Sabatella! Vamos Gleisi Hoffmann! Vamos Vanessa Grazziotin! Vamos Kátia Abreu! Vocês são gênias, é lógico!

    Letícia SABATELLA é genial, pessoal! Não é mesmo? Ou vocês têm dúvidas? Reflitam antes de xingá-la! Sabatella além de inteligente, filósofa-mediática, preparadíssima politicamente, super-madura, ela é inequívoca! Tal qual nossa mãe do PAC. Vamos destacar as mulheres, mesmo que elas cometam equívocos. É o momento! É bom e saboroso. Vamos dar visibilidade a Sabatella! É o momento.
    Temos que dar ênfase às mulheres. Destacá-las.
Não devemos seguir narrativas publicitárias que USURPAM o pensamento e nossa alma. E nem vigilância e controle ideológico: nas Universidades, nas ruas, bótons, autoadesivos, blogs espertalhões, artistas puxa-sacos, discursos manipuladores.
Mas nisso tudo uma coisa sabemos & é certa (seriamente). Vejamos: Há mulheres fabulosas. Muitas delas são MULHERES heroínas. Umas tantas são injustiçadas. Outras esquecidas. E uma dessas injustiçadas e esquecidas é Janaína Paschoal (pelo menos pela mídia em geral). Janaína: heroína!, certamente.

  2. Esse sujeito é um gênio. Como sabe, perfeitamente, das pessoas. Ele deve ser um predestinado. Todas as pessoas que se comportam diferentes de sua opinião, elas são falsas, indignas. Mas é um verdadeiro cavalheiro para, a seu ver, julgar as pessoas. Calma, complexo de vira lata não leva ninguém a lugar nenhum.por isso, MENOS,…

Deixe uma resposta