Lewandowski surpreende e permite somente 6 testemunhas de cada lado para o processo de impeachment

O presidente do Supremo Tribunal Federal, em reunião com os líderes dos partidos no Senado hoje (4), definiu detalhes para o processo de impeachment e ficou estipulado que cada lado, acusação e defesa, terão direito a chamar no máximo 6 testemunhas.

Lewandowski surpreendeu a todos com uma decisão que visa seguir o tempo normal do processo, visto que até então o ministro parecia fazer todo o esforço possível para atrasá-lo. Quem não gostou nada disso foi o senador Lindbergh Farias, do PT, que ontem mesmo havia dito que se o Senado tentasse seguir o tempo normal, sem aceitar a proposta de adiar as votações, ele chamaria 40 testemunhas só para atrasar o processo.

Aparentemente a pressão feita pelos senadores para que o STF parasse de interferir no poder legislativo surtiu efeito. Após as críticas do início da semana, Lewandowski mostrou-se mais como um auxiliar no processo, sem interferir onde não lhe cabe.

Anúncios

3 comentários sobre “Lewandowski surpreende e permite somente 6 testemunhas de cada lado para o processo de impeachment

  1. TÃO-SOMENTE, CABE AO PODER LEGISLATIVO E A COMISSÃO DO IMPEACHMENT CONDUZIR OS TRABALHOS E AO PRESIDENTE MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, COORDENÁ-LOS COM ISENÇÃO IMPARCIALIDADE, SOB PENA DE SER IMPUGNADO.

Deixe uma resposta