“Se for dar ouvidos ao Lindbergh o processo vai ao infinito”, diz Renan Calheiros

Renan Calheiros, no esforço para fazer com que o impeachment siga o prazo normal, ficou irritado com as ameaças chantageosas feitas por Lindbergh Farias, dizendo que iria chamar 40 testemunhas para defender Dilma Rousseff.

O processo está se arrastando muito mais que o necessário, dada a quantidade imensa de provas que se tem contra a petista, e tudo isso graças ao esforço imenso de seus aliados que insistem em atrasar o processo o máximo possível. O Senado quer fazer sessões nos fins de semana para adiantar o serviço, mas Lindbergh não quer. Nas redes sociais, o fato foi ironizado, algumas pessoas insinuaram que o senador não quer perder a praia e que ele é um playboy mimado que nunca trabalhou aos sábados.

“Se for dar ouvidos ao Lindbergh o processo vai ao infinito. Não serão 40, mas 40 mil testemunhas convocadas”, disse Renan Calheiros.

 

Anúncios

2 comentários sobre ““Se for dar ouvidos ao Lindbergh o processo vai ao infinito”, diz Renan Calheiros

Deixe uma resposta