Lindbergh deixa escapar que uso de 40 testemunhas é apenas chantagem política

Em tom histérico, o senador petista Lindbergh Farias repete a argumentação de Humberto Costa e reclama de uma suposta interferência de Michel Temer no processo de impeachment. No entanto, deixou escapar que se os senadores não concordarem com a exigência dos petistas, que querem atrasar ao máximo a votação final do impeachment, eles usarão o direito de chamar 40 testemunhas para forçar o atraso na votação.

Como todos já têm observado, está claro que os petistas já sabem que Dilma Rousseff não tem chances reais de voltar ao Planalto, então eles vêm tentando ao máximo adiar as votações, atrasar as sessões e, ao que tudo indica, estão sendo auxiliados pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que vem tentando interferir no poder legislativo para atrasar a data.

Romero Jucá, no entanto, reitera que a votação não pode ser feita “à prazo”, pois se trata de algo sério. Confira o vídeo:

Advertisements
Anúncios

4 comentários sobre “Lindbergh deixa escapar que uso de 40 testemunhas é apenas chantagem política

  1. As coisas estão correndo no tempo certo….e da maneira certa, ou seja, TODA A CHANCE de DEFESA para esses Canalhas Esquerdistas. Não terão nenhum Argumento, NENHUM, sobre o Afastamento Definitivo da Comunista que gosta de Falar o Português gramaticalmente incorreto.

Deixe uma resposta