Custo Brasil: esquema de marido de Gleisi atuou até em velório

De acordo com matéria do Estadão, o esquema em que atuava o ex-ministro Paulo Bernardo (PT), marido de Gleisi Hoffmann (PT), envolvia até mesmo cerimônias de velório.

Para quem não sabe, Paulo Bernardo é acusado na Operação Custo Brasil de um esquema de desvios milionários através da Consist, uma empresa que presta serviços para servidores federais aposentados que solicitam empréstimos consignados.

Informações apontam que o Esquema Consist cooptou Valter Correia, secretário executivo do Ministério do Planejamento na gestão de Bernardo, durante o velório de um funcionário da ACT, Duvanier Paiva. Além de não respeitar os aposentados, o Esquema Consist desrespeitava também os mortos.

Anúncios

Um comentário sobre “Custo Brasil: esquema de marido de Gleisi atuou até em velório

  1. Só aqui no Brasil esses cucaracha de colarinho branco deita e rola em cima do povo umilde fazem questão de se eleger qualquer coisa só para fuder com o povo pesso a deus que queime no inferno e reecarne na terra como ratos de esgoto sao os meus sinceros votos.

Deixe uma resposta