64,8% dos brasileiros não querem Dilma de volta

Do Diário do Poder

A maioria da população brasileira quer que o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff seja definitivo e que ela não volte ao poder. É o que diz o levantamento do Insituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta terça-feira (2). Do total, 64,8% dos entrevistados responderam que no processo de impedimento no Senado Dilma deveria ser condenada. Opinaram pela absolvição 31% e 4,2% não sabem.

O partido de Dilma também não aparece bem na pesquisa. Para 56,5% dos entrevistados, o PT é a sigla mais corrupta do país, bem longe do segundo lugar, o PMDB, que foi lembrado com 10,6% das citações, seguido pelo PSDB (8,1%).

Para 26%, o ex-presidente Lula é o principal causador da crise política atual, seguido pela Operação Lava Jato, com 23,8%, e pelo governo Dilma, com 23,4%.

A mostra aponta também que 35,4% dos entrevistados acreditam que a crise econômica é causa do Governo Dilma, seguida pelo Governo Lula, com 23,9%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 23 de julho e entrevistou 2.020 pessoas. A abrangência dos dados incluiu as quatro regiões do país, divididas em 24 estados e o Distrito Federal. As entrevistas foram realizadas em 158 municípios, e a margem estimada de erro é de 2%.

Advertisements
Anúncios

Um comentário sobre “64,8% dos brasileiros não querem Dilma de volta

  1. Vamos gente acabar com essa perseguição! Vamos lutar contra!

    Vamos Letícia Sabatella! Vamos Mônica Moura! Vamos Gleisi Hoffmann! Vamos Picciani! Vamos Vanessa Grazziotin! Vamos Kátia Abreu! Vocês são gênias, é lógico!
    A elegante Dilma e Letícia SABATELLA estão corretas, gente! Pensem! E Dilma é a Mãe da Pátria. Nossa querida mãe inequívoca! Aluna de nosso amado chefe.
    Essas pessoas de mídia social com tarja publicitária estereotipada [Face etc.]: “não reconheço governo Temer golpista”, são geniais, elas são tais quais o PHELPS, que certamente irá se filar ao PETÊ em breve. São o Einstein.
    Volta mãe ilibada e inocenta, do petrolão. Nossa amada madrasta. Nossa PresidentA. E nosso estimado chefe.

Deixe uma resposta