Soltura de Mônica Moura é mais uma bomba para Dilma e PT

O juiz federal Sergio Moro revogou a prisão de Monica Moura, esposa do ex-marqueteiro do PT João Santana. Ela foi presa em 22 de fevereiro junto com o marido João Santana na Operação Acarajé, a 23ª fase da Lava Jato. A informação é do advogado de defesa do casal, Fábio Tofic Simantob.

Segundo a decisão de Moro, a prisão preventiva de Mônica não é mais “absolutamente necessária”. Além de não ser agente pública ou política, Mônica Moura aceitou colaborar com a justiça por meio de delação premiada e pagar uma multa de R$ 28,7 milhões de multa e seguir as medidas cautelares propostas pela justiça. Ela também está proibida de deixar o país.

A soltura de Mônica Moura representa uma bomba para a defesa da presidente afastada Dilma Rousseff. Em seu último depoimento ao juiz Sérgio Moro, Mônica e seu marido confessaram irregularidades na campanha de Dilma Rousseff, incluindo caixa-dois. A esposa de João Santana declarou que forneceria mais detalhes em sua delação.

Para a presidente Dilma e para o PT a soltura é devastadora, já que sinaliza que Mônica já forneceu detalhes comprometedores para a Justiça. Apesar do partido já ter aceitado o afastamento de Dilma, ainda há as eleições municipais em outubro que podem ser afetadas – além é claro, de uma eventual prisão de Dilma Rousseff e Lula.

Anúncios

2 comentários sobre “Soltura de Mônica Moura é mais uma bomba para Dilma e PT

Deixe uma resposta