MP denuncia marido de Gleisi e dono do Brasil 247 por esquema que desviou R$ 100 milhões

O Ministério Público Federal denunciou o ex-ministro Paulo Bernardo por envolvimento na organização criminosa que desviou mais de R$ 100 milhões do Ministério do Planejamento em propinas entre 2010 e 2015. Paulo Bernardo é marido da senadora Gleisi Hoffmann, do PT paranaense.

Junto com Paulo Bernardo foram denunciados outras 19 pessoas, entre eles o jornalista Leonardo Attuch, responsável pelo blog petista Brasil 247. Segundo o MPF, ele teria firmado contrato fictício com empresa do lobista Milton Pascowitch para destinar R$ 120 mil ao PT em 2014.

Na denúncia ainda aparecem o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira (esposo da ministra de Dilma Teresa Campello), o ex-secretário de Gestão do prefeito Fernando Haddad Valter Ferreira e o ex-ministro Luiz Gushiken, falecido em 2013. Segundo o MPF, o esquema de propina custou cerca de 70% do faturamento líquido da empresa CONSIST, que criou software de gestão dos empréstimos consignados do Poder Executivo Federal. O dinheiro do esquema era roubado de aposentados que aderiam aos planos de empréstimo.

Anúncios

Deixe uma resposta