Petistas já se conformaram: Dilma não volta

De acordo com a manchete de O Globo, o “PT já não acredita na volta de Dilma”. De fato, isso é bem provável devido às circunstâncias. A maioria dos aliados de peso que a petista teve já não tem mais. Hoje, quem ainda mantém oposição ao impeachment é só a alta cúpula do PT, parte do PCdoB e alguns membros da base de Lula e Dilma que mantiveram firmeza. O placar do impeachment, tudo indica, terá entre 60 e 70 votos favoráveis, bem acima do necessário para afastar a presidente definitivamente.

Outra pedra no sapato dos petistas é a aparente estabilidade do governo Temer. Apesar de alguns tropeços, ministros que entraram e logo saíram, o presidente interino se mantém firme e tranquilo, exala segurança. A pressão que os petistas e seus aliados faziam contra ele surtiu algum efeito no começo, mas agora já não significa mais nada preocupante.

Os golpes duros contra o PT, no entanto, não param. A delação de João Santana, a aceitação da denúncia que torna Lula réu, a demissão em massa de comissionados petistas infiltrados nos ministérios e a debandada geral que membros do próprio PT têm feito para evitar qualquer ligação de sua imagem com a de Lula e Dilma para as eleições deste ano, somados, são fatos contundentes que enfraquecem totalmente o partido.

 

Advertisements
Anúncios

2 comentários sobre “Petistas já se conformaram: Dilma não volta

  1. A maioria dos Petistas, estavam enganados pelas aparências e iludidos com um Prato de Comida à mesa e a chace de virar Classe média, terminou. Já estava na hora de acordar, o sonho acabou

Deixe uma resposta