Licença para matar: Corte Bolivariana autoriza Maduro a usar força letal contra manifestantes

Conforme aponta o El Nacional, o ditador Nicolas Maduro teve assegurada sua licença para matar venezuelanos livremente, como acontece nos sistemas socialistas que chegaram à sua conclusão, como China, Cuba e Coreia do Norte.

A Corte Bolivariana (oficialmente chamada de Tribunal Supremo de Justicia) emitiu uma sentença permitindo que a Força Armada Nacional Bolivariana use força letal contra manifestantes. A oposição havia entrado com um recurso contra o uso da força, mas o TSJ ratificou a autorização que já havia sido dada ao Exército em 2015.

A sentença da corte diz: “Devidamente autorizados e aprovados pelas organizações internacionais na restauração da lei e da ordem para assegurar a proteção da vida, a integridade e segurança dos militares (…) e os direitos humanos das pessoas que participam em reuniões públicas ou demonstrações e da população em geral (…) “.

Ditaduras bolivarianas normalmente utilizam o termo “direitos humanos” de modo vago, como está na sentença. Em razão da vagueza, se torna fácil para a ditadura escolher as pessoas que serão assassinadas.

Anúncios

3 comentários sobre “Licença para matar: Corte Bolivariana autoriza Maduro a usar força letal contra manifestantes

  1. Maduro sabe, ou melhor, tem certeza de que quando cair, morrerá pelas mãos do povo que vem prendendo, torturando, assassinando e posto à míngua até sem comida!
    Provavelmente o empalarão pelo rabo como fizeram com um ditador igual, o tal Kadafi da Líbia.
    Embora não deseje o mal pra ninguém, esse daí, assim como essa galera que a o apóia aqui (vide PT e Cia) já deveria ter sido defenestrado do mundo civilizado há muito tempo!

  2. O fim de Maduro está próximo e o final dele, assim como de todo ditador totalitário é a pena capital, aplicada implacavelmente pela população!! Seus restos mortais, após sua sentença sanguinolenta, será distribuída pelos quatro cantos da Venezuela, assim como o ocorrido com o ditador Benito Mussolini na Itália!!! Juntamente com sua esposa, ambos foram amarrados pelos pés em um estande, açoitados até a morte pela população, sendo que seus corpos ficaram irreconhecíveis e por final, o esquartejamento do corpo de Mussolini foi consolidado e seus restos mortais enterrados aos quatro cantos da |Itália, como símbolo da revolta popular que derrubou o ditador após décadas de totalitarismo e ditadura durante e pós 2a. guerra mundial!!!

Deixe uma resposta