Lula, Delcídio e dono do UOL se tornam réus por conspiração contra a Lava Jato

A Justiça Federal aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última quinta-feira (21/07). Além de Lula, o MPF acusa o ex-senador Delcídio do Amaral, o banqueiro André Esteves (dono do BTG Pactual e do portal UOL) e mais quatro pelo crime de obstrução das investigações da Operação Lava Jato.

O Ministério Público acusa os envolvidos por sua participação na trama que tentou dar fuga ao e executivo da Petrobras Nestor Cerveró para que este não assinasse acordo de delação premiada. O temor é que o executivo comprometesse os acusados em seu depoimento. Quem também teve participação mais não consta na denúncia é a presidente Dilma Rousseff, que tem foro privilegiado mesmo estando afastada da presidência da República.

Na semana passada, o MPF reiterou a denúncia contra os acusados. Eles já haviam sido denunciados ao Supremo Tribunal Federal (STF), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Essa decisão da justiça não só complica a situação do presidente Lula como também fragiliza outros petistas, como Dilma Rousseff e Aloisio Mercadante. Essas figuras também estão relacionadas ao caso e podem ser denunciadas nas próximas semanas.

Advertisements
Anúncios

Um comentário sobre “Lula, Delcídio e dono do UOL se tornam réus por conspiração contra a Lava Jato

Deixe uma resposta