O Legado Dilma: Fecham mais 91 mil postos de trabalho no país só em junho

As medidas políticas e econômicas adotadas pelo governo Dilma foram devastadoras. Os índices de desemprego e inflação não param de pioras, e isso já não é de agora. Só no primeiro semestre deste ano, segundo dados do próprio Ministério do Trabalho, foram mais de meio milhão de postos de trabalho fechados.

A Reuters havia divulgado pesquisa indicando que havia a estimativa de pelo menos 58 mil postos fechados para o mês de junho, mas esse indicativo foi ainda menos pessimista do que a realidade. Esse resultado é um atraso imenso para o país, algo que levará anos para ser recuperado.

Especialistas dizem que mesmo que os postos de trabalho sejam recolocados dentro dos próximos meses, apesar de isso ser quase impossível, as cicatrizes econômicas e sociais serão profundas. Afinal, são milhares de desempregados novos por mês no último um ano e meio.

Além disso, este número significa outra realidade ainda pior: Se há tantas demissões e tantas empresas falindo, há também um problema generalizado causando tudo isso, que é a queda no consumo. A inflação está causando, como sempre, a desvalorização da moeda, e isso quer dizer que o brasileiro perde seu poder de compra. Consequentemente, compra cada vez menos. Isso vale para a pessoa de classe média, mas afeta pesadamente os mais pobres, que não têm para quem repassar o aumento no seu custo de vida.

Esse é o legado de Dilma para o Brasil. Ela ignorou todos os alertas que lhe foram dados desde 2012, até mesmo por gente de dentro do governo. O resultado está aqui.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta