Laudo da PF mostra que Lula orientou reforma do sítio que “não é dele”

Peritos da Polícia Federal que investigam Luis Inácio Lula da Silva produziram um laudo que mostra o ex-presidente e sua esposa, Marisa Letícia, como responsáveis por orientar as reformas no sítio em Atibaia (SP), que é frequentado pela família do petista.

Conforme a petícia, as obras no local começaram suas projeções em setembro de 2010 e iniciaram apenas dois meses depois, em novembro do mesmo ano, quando Lula já estava prestes a concluir seu segundo mandato como presidente. As reformas prosseguiram até outubro de 2014, chegando a custar ao todo cerca de R$ 1,2 milhão.

O  laudo aponta que a “execução foi coordenada por arquiteto da empreiteira OAS, Sr. Paulo Gordilho, com conhecimento do presidente da OAS, Léo Pinheiro, e com orientação do ex-presidente Lula e sua esposa, conforme identificado nas comunicações do arquiteto da empreiteira e de Fernando Bittar”.

Mensagens de celular trocadas entre Gordilho e Pinheiro se referem ao local como “fazenda do Lula” e insinuam que o assunto deve ser tratado com total e absoluto sigilo.

 

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta