Merval Pereira: “Como no passado, Dilma segue lutando contra a democracia”

O jornalista Merval Pereira comentou a recente declaração da presidente afastada Dilma Rousseff. A petista afirmou que “está lutando pela segunda vez pela a democracia”. Merval contesta a versão. “Isso não é verdade. A presidente Dilma, durante o golpe militar (em 1964), era uma guerrilheira não pela democracia […] ela e o grupo dela (que lutavam contra a ditadura) queriam implantar uma ditadura comunista no país”.

Segundo o jornalista, só a disposição da presidente em mobilizar suas forças chamando o processo de impeachment de golpe já a desqualifica como defensora da democracia. “Hoje, ao contestar o processo de impeachment, ela também não está defendendo a democracia. Ao contrário, ela está colocando a democracia em risco, porque esse processo todo está sendo acompanhado pelo Supremo”.

Durante a década de 60, a presidente Dilma Rousseff tomou parte em diversas organizações armadas de extrema-esquerda. A petista iniciou sua vida na clandestinidade pela POLOP (Política Operária), antes de se juntar ao Comando de Libertação Nacional (COLINA). Mais tarde a COLINA se juntou à Vanguarda Armada Revolucionária, originando o VPR-Palmares.

Entre as ações do grupo estão o assalto ao cofre do governador Adhemar de Barros e os assassinatos do capitão americano Charles Rodney Chandler, do tenente Alberto Mendes Júnior e do soldado Mario Kozel Filho. A intenção do grupo era lutar contra o regime militar para a construção de um regime socialista no Brasil. Segundo a presidente Dilma Rousseff, ela e o grupo estavam lutando por democracia.

Anúncios

2 comentários sobre “Merval Pereira: “Como no passado, Dilma segue lutando contra a democracia”

  1. O PT CADA VEZ MAIS ASTUTO, ESTA SUJANDO A DILMA PARA LIVRAR E LIMPAR A BARRA DO MAU CARATER E SALAFRARIO
    QUE É O LULA, PARA QUE VOLTE EM 2018. MAS ESPERO QUE APRENDAMOS A DIFERENCIAR O QUE É BOM DO QUE É RUIM
    NÃO DANDO CHANCE A ELE.

  2. É impressionante como esta turma dos que apóiam esta “conspiragolpe” agem para tentar justificar o que está sendo feito.
    Nem tudo o que parece ser Legal, é moral. Alegam que o Processo de impeachment está sendo acompanhado pelo STF. Mas quem garante que há isenção nas intenções dos Ministros do STF?
    Os fatos, os pré julgamentos, a politização de alguns Ministros os torna inadequados e desqualificados para fazer um julgamento isento.
    E com relação a opinião do colunista afirmando que Dilma hoje, como no passado, está lutando contra a democracia, afirmo que, no passado, muita gente que apoiou, incentivou e financiou a Ditadura, dizia estar dependendo a democracia.
    Quem é o verdadeiro inimigo do Brasil?

Deixe uma resposta