Kotscho: “Por que Dilma não acaba logo com essa agonia?”

O jornalista petista Ricardo Kotscho comenta a matéria da Revista Veja, que afirma que Dilma teria afirmado a Renan: “Quero acabar logo com essa agonia”. A pergunta, segundo ele, leva a uma pergunta que, segundo ele, a maioria dos brasileiros gostaria de fazer neste momento: “Por que Dilma não acaba logo com essa agonia?”

Para ele, Dilma deveria ter renunciado há muito mais tempo: “Dilma poderia ter acabado com essa agonia se tivesse renunciado no dia seguinte à sua acachapante derrota na Câmara, em que não conseguiu sequer um terço dos votos para evitar a abertura do processo. Ou quando o Senado aprovou a instalação do processo, também por ampla maioria de votos. Nas duas ocasiões, Dilma já poderia ter acabado com essa agonia. Bastaria apresentar uma carta-renúncia reconhecendo que tinha perdido as condições para governar o País.”

“Isolada no Palácio da Alvorada, sem apoio no Congresso Nacional, rejeitada pela grande maioria da população, como demonstram todas as pesquisas, abandonada pelos aliados, Dilma parece preocupada unicamente com sua própria biografia, para poder dizer que lutou até o fim, mas foi vítima de um golpe parlamentar”, afirma o jornalista.

Todavia, uma coisa é a narrativa petista e outra é o futuro dos brasileiros, o que leva a uma observação contundente de Kotscho: “Como quase todo mundo que conheço, eu estou mais preocupado é com o futuro da minha família. Com a economia em frangalhos pelo segundo ano seguido e mais de 11 milhões de desempregados, investimentos e projetos paralisados, as vítimas, na verdade, somos todos nós, só esperando o julgamento final do impeachment no Senado, previsto para o final de agosto, para saber o que vai acontecer com o nosso País. Por que esperar tanto? Tanto tempo perdido para quê?”

Kotscho foi Secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República no governo Luiz Inácio Lula da Silva, no período 2003-2004.  É considerado alguém com muitos contatos nos círculos petistas.

Anúncios

6 comentários sobre “Kotscho: “Por que Dilma não acaba logo com essa agonia?”

  1. Realmente seria mais digno do que negar, negar e depois as bombas explodiram, afinal um presidente jamais ficaria sem saber de nada diante de tantos desmandos a ponto de quebrar a economia, tornar o Pais desmoralizado exdeixar o povo desempregado.O nosso futuro foi truncado, ir para outros poses em fugaxde um desgoverno do jeito que está o mundo não é o mais viável, afinal vivemos num País onde os diferentes convivem em Paz, sejam de quexraca dor….Sinto dona Dilma mais renunciar seria o mais sensato….além de questão política é tb de não aceita ao da sua gestão impopular….

      1. Petralhas… ignorância total… comparar Jesus Cristo com essa pusilânime, me parece que esses petralhas perderam o senso de vez…

  2. A pergunta que se segue é: o quê avançaria em termos de soluções para o Brasil se Dilma renunciasse? Na minha opinião, NADA! Tanto que, renunciando ou não, Dilma está fora das decisões governamentais e, ao que vemos, NADA foi resolvido, apenas agravado. Acho mesmo estranha essa postura do ilustre Companheiro Kotscho, por quem tenho grande admiração.

  3. Se ela tivesse renunciado no outro dia após aceitaçao do impeachement pela câmara, talvez o Temer não precisaria se submeter às chantagens do Levandoski para inflar ainda mais os gordos salarios do judiciário e cia.

Deixe uma resposta