Impeachment vai passar no Senado, diz Renan

Conforme o Globo, as desavenças entre Michel Temer e Renan Calheiros estariam sendo deixadas para trás. Ultimamente o presidente do Senado, Renan, teria dado sinais de estar se envolvendo nas negociações do impeachment de Dilma Rousseff, que está para ser julgado no findar de agosto.

Na última terça-feira (19), em jantar com Temer e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Renan deixou o presidente em exercício ainda mais otimista quanto à aprovação do processo de afastamento de Dilma.

Relatos dão conta de que Renan está se mostrando “engajado” na aprovação do impeachment. Ele chegou a fazer uma conta de votos favoráveis à aprovação do processo. Até recentemente, Renan tratava o assunto com desdém.

Aliados de Renan afirmam que ele relatou a Temer que três votos de indecisos estariam migrando a favor do impeachment: dos senadores Romário (PSB-RJ), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Otto Alencar (PSD-BA).

Nas contas de Renan, seriam cerca de 60 votos a favor do impeachment, cálculo semelhante ao de auxiliares de Temer.

Anúncios

Deixe uma resposta